5 dicas de como manter seu bairro mais seguro

Na hora de escolher uma casa para morar, ou somente investir, alguns pontos devem ser avaliados. Além do valor, é claro, é preciso saber se o imóvel atende suas expectativas: se é do tamanho que você quer; se tem o conforto que você e sua família precisam; como são os vizinhos; a região e o principal: se o bairro é seguro.

Afinal, você não quer ir morar em um local onde vai ficar preocupado se pode ou não voltar tarde para casa ou sair à noite com a família para dar uma volta, não é mesmo?

É possível implantar algumas soluções para aumentar a proteção do bairro, contando com a colaboração de toda a vizinhança. Veja quais são!

Segurança comunitária

Nada melhor do que a política da boa vizinhança para ajudar na segurança do seu bairro. E com as novas tecnologias fica ainda mais fácil. É só criar um grupo de alerta no WhatsApp com o contato de todos os vizinhos. Dessa forma, eles podem alertar quando virem algo estranho ou suspeito. Se ainda não há isso no lugar onde você mora, que tal criar ou sugerir na associação do bairro?

A tecnologia como aliada

Em concordância com os moradores, pode ser instalado um sistema de videomonitoramento na entrada das casas, por exemplo. Isso ajuda a inibir a ação de possíveis criminosos.

Mantenha uma boa relação com seus vizinhos

Os vizinhos são como se fossem uma extensão da nossa família. Manter uma boa relação com eles é bom não só para a convivência, mas também para dar apoio quando for necessário. Exemplo: se você mora sozinho e precisa viajar, seu vizinho pode “ficar de olho” na sua residência enquanto estiver fora.

Socialize com seus vizinhos

A cada dia que passa, as pessoas ficam mais trancadas dentro de casa. Com isso, as ruas ficam desertas e perigosas, propensas à criminalidade. Uma boa dica para ocupar esse espaço é socializar com seus vizinhos. Programe-se para caminhar ou correr junto com seus vizinhos em vários horários, por exemplo. Se você tiver filhos, marque com os vizinhos que também têm um horário para as crianças brincarem juntas. É uma ótima forma de socializar e manter as ruas mais movimentadas.

Faça parte da associação de moradores do seu bairro

Seja como representante da entidade ou apenas associado, o importante é participar. E assim, ser ativo nas decisões dos problemas que envolvem o seu bairro.

 

Leia também: Segurança: como lidamos com uma das maiores preocupações de nossos clientes no Brasil

Gostou das dicas? Agora: já pensou em morar num lugar onde já há todas essas soluções implantadas e muito mais?

Este lugar existe! É a Smart City Laguna (Ceará): primeira cidade inteligente inclusiva do mundo. O empreendimento está sendo construído pela Planet Smart City, líder global em cidades inteligentes inclusivas.

Lá, foram desenvolvidas várias estratégias e soluções inteligentes para oferecer mais qualidade de vida e, principalmente, segurança aos moradores. Veja abaixo!

Sistema de videomonitoramento

As principais áreas públicas da Smart City Laguna são monitoradas e os moradores podem acompanhar tudo ao vivo por meio do “Planet App”: aplicativo gratuito projetado para os moradores. Ele funciona como um painel de controle da cidade.

Botão SOS no “Planet App”

Funciona assim: se uma emergência surgir, o usuário pode pressionar o botão SOS no “Planet App”. Ao fazer isso, os cinco contatos de emergência salvos são avisados imediatamente que o usuário está precisando de ajuda e ainda conseguem visualizar a localização da pessoa.

Mix funcional

Permite a criação de um ambiente urbano equilibrado graças à presença de diferentes áreas (residenciais, comerciais e empresariais) distribuídas de forma harmoniosa dentro da cidade. Esse aspecto permite que haja presença constante de pessoas, tornando o ambiente mais seguro, e ainda garante que a população tenha facilidade para encontrar bens e serviços perto de casa.

Vias planejadas

A cidade é planejada para reduzir o trânsito, com larguras de ruas adequadas. A avenida central é bastante larga, e as ruas secundárias favorecem o fluxo entre os bairros. Já as ruas terciárias, que ficam dentro dos bairros, estimulam baixas velocidades – proporcionando maior segurança.

Ruas “cul-de-sac”

Em tradução livre, esta expressão francesa significa “ruas sem saída”. Na Smart City Laguna, todas as ruas residenciais não têm saída. Entretanto, no final de cada uma delas, foram construídos “balões de retorno”, fazendo com que os veículos que precisam voltar sejam obrigados à diminuição da velocidade. Isso aumenta a segurança e reduz o risco de acidentes.

Segurança participativa

Grupos de moradores no “Planet App” estarão sempre em contato, monitorando a entrada de pessoas e carros “suspeitos”. Tal aspecto facilita a comunicação e gera um círculo virtuoso da segurança participativa.

Se você quiser mais informações sobre esse empreendimento inovador no Brasil, é só acessar o site da empresa aqui.

Achou útil esse artigo? Compartilhe com seus amigos!

Economia colaborativa: conheça as 5 vantagens da biblioteca de objetos

Gestor social transforma a governança e a cultura de convivência nas cidades inteligentes da Planet Smart City