Senza categoria

Brasil inicia operações dos dois maiores parques solares da América Latina

A Enel, por meio de sua subsidiária de energia renovável Enel Green Power Brasil (EGPB), iniciou operação de 546 MW de projetos solares fotovoltaicos no Brasil, sendo 254 MW do parque solar Ituverava e 292 MW do parque solar Nova Olinda, que são os maiores parques solares da América do Sul atualmente em operação. Ituverava […]
parque-solar
parque-solar

parque solar1

A Enel, por meio de sua subsidiária de energia renovável Enel Green Power Brasil (EGPB), iniciou operação de 546 MW de projetos solares fotovoltaicos no Brasil, sendo 254 MW do parque solar Ituverava e 292 MW do parque solar Nova Olinda, que são os maiores parques solares da América do Sul atualmente em operação. Ituverava fica no município de Tabocas do Brejo Velho, Estado da Bahia, e Nova Olinda está localizada no município de Ribeira do Piauí, no Estado do Piauí.

A Enel investiu aproximadamente 300 milhões de dólares americanos na construção de Nova Olinda, como parte dos investimentos previstos no plano estratégico da companhia, e que serão financiados por meio de recursos próprios do grupo, assim como por um empréstimo de longo prazo concedido pelo Banco do Nordeste. O parque solar de Nova Olinda (292 MW), que é composto por quase 930 mil painéis solares em uma área de 690 hectares na região do semiárido, será capaz de produzir mais de 600 GWh por ano quando estiver em plena operação, o suficiente para atender às necessidades de consumo de cerca de 300 mil lares brasileiros, evitando a emissão de aproximadamente 350 mil toneladas de CO2 na atmosfera.

A construção da planta solar de Ituverava exigiu investimentos de cerca de 400 milhões de dólares americanos, também parte dos investimentos previstos no plano estratégico do grupo. O parque Ituverava é financiado por recursos próprios do grupo, assim como por um financiamento de longo prazo fornecido pelo Banco da China e Santander. A planta é composta de cerca de 850 mil painéis distribuídos em uma área de 579 hectares e, uma vez em plena operação, será capaz de produzir mais de 550 GWh, o suficiente para atender às necessidades de consumo de mais de 268 mil lares brasileiros, evitando a emissão de mais de 318 mil toneladas de CO2 na atmosfera.

Os dois parques solares são apoiados por um acordo de compra de energia (Power Purchase Agreement, – PPA sigla em inglês) de 20 anos com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

No Brasil, o Grupo Enel, através de suas subsidiárias EGPB e Enel Brasil, tem uma capacidade instalada total em renováveis de cerca de 2.276 MW, dos quais 670 MW de energia eólica, 716 MW de energia solar e 890 MW de energia hidrelétrica, bem como cerca de 275 MW de capacidade atualmente em construção, dos quais 172 MW eólicos e 103 MW solares.

Fonte: Ciclo Vivo.

Você também pode gostar
Notícias
Como organizar finanças pessoais e realizar os seus sonhos?

Você sabe como organizar finanças pessoais para realizar seus sonhos? O bom gerenciamento dos recursos financeiros é fundamental, pois poderá proporcionar um melhor aproveitamento do dinheiro que você tem disponível, o que, consequentemente, vai te ajudar a alcançar seus objetivos. No entanto, por diferentes motivos, muitas pessoas não conseguem fazer a gestão das suas próprias […]

melhores-cidades-para-morar-no-ceará
Cidade Inteligente
4 melhores cidades para morar no Ceará com a família

O fato é que alguns municípios contribuíram para esse status cearense. Mas, quais seriam as melhores cidades para morar no Ceará? Conheça agora quais são!

segurança em casas
Uncategorized
Segurança em casas: confira como fazer uma avaliação correta

Para quem deseja comprar um imóvel, sem dúvida, a segurança em casas é um fator que não pode ficar de fora. Afinal de contas, morar em um ambiente seguro é fundamental para ter qualidade de vida e toda a tranquilidade necessária para viver bem com a família. Além disso, viver em um lugar seguro é um aspecto importante para manter […]

Descubra o viver além de morar.
Mande uma mensagem
Descubra o viver além de morar