smart-city-laguna-é-um-bom-investimento-planet

Smart City Laguna é um bom investimento? Descubra agora! 

As cidades inteligentes já são uma realidade no Brasil. O primeiro projeto ganhou vida em São Gonçalo do Amarante – CE e vem atraindo novos moradores e investidores. Sendo assim, a Smart City Laguna é um bom investimento? Descubra agora! 

(mais…)

Planet Smart City fortalece os empreendedores para driblar a pandemia

investimentos-financeiros-planetsmartcity

Quais os investimentos financeiros mais rentáveis?

cidades inteligentes

Cidades Inteligentes: 4 tecnologias do futuro já presentes nas smart cities

Responda rápido: o que vem a sua mente quando pensa em cidades inteligentes? Uma cidade sem trânsito, talvez? Ou uma cidade com tecnologias avançadas?

Pode parecer assunto de filme de ficção científica com luzes piscantes, hologramas coloridos e carros voadores.

E, quem nunca se imaginou em uma dessas cidades?

Embora a imaginação voe longe, as cidades inteligentes são, muitas vezes, muito mais tecnológicas do que as que estamos acostumados a assistir nos filmes.

E o melhor: com tecnologias que são úteis e pensadas para serem usadas no nosso dia-a-dia. 

Estamos falando de soluções que vão desde a construção da infraestrutura de uma cidade, de um bairro até aplicativos que utilizam a Internet das Coisas para deixar nossa rotina mais confortável.

E quem não quer controlar, no caminho de casa, a temperatura do ar condicionado para quando entrar o clima já esteja agradável?

O que torna uma cidade inteligente?

Uma cidade inteligente pode significar coisas diferentes para pessoas diferentes. Isso porque cada comunidade tem seus problemas, sua cultura, seus comportamentos e suas aspirações, bem como situações econômicas e políticas.

Segundo o Cities in Motion Index, da IESE Business School, o conceito de smart city é composto por 10 dimensões que medem o nível de inteligência de uma cidade. São elas:

  • Governança
  • Administração pública
  • Planejamento urbano
  • Tecnologia
  • Meio ambiente
  • Conexões internacionais
  • Coesão social
  • Capital humano
  • Economia

Separamos 4 tecnologias dignas de filmes de ficção científica que estão presentes nas smart cities espalhadas pelo Brasil e pelo mundo.

1 – IoT ou Internet das coisas

Você provavelmente já deve ter tido uma experiência de internet das coisas. Muito do que hoje usamos em nosso smartphones são pensados nessa tecnologia.

De forma rápida, a internet das coisas é a maneira como os objetos comuns tais como aparelhos eletrodomésticos estão conectados e estabelecendo uma comunicação entre si. Isso acontece tendo a internet como ponto em comum e sensores inteligentes como pontos de conexão.

Por exemplo, o smartwatch que se comunica com o seu smartphone é um dos casos mais comuns de IoT. Mas, também pode ser percebido na comunicação das smart tvs, sons, ares-condicionados e até em sistemas de segurança completos.

Com essa tecnologia, é possível automatizar quase todos os aspectos de uma casa, incluindo aparelhos de lazer, como TVs, home-theaters ou objetos comuns como portão de garagem, luzes, travas de porta entre outros.

2 – Economia compartilhada 

Se você andou de Uber, já fez parte da engrenagem da economia compartilhada. O conceito não é exatamente novo, mas ganhou força com os novos hábitos dos millennials, durante a crise mundial de 2008.

Somado aos novos costumes de uma geração que estava chegando à maturidade financeira, a preocupação com o meio ambiente e a rápida evolução da tecnologia, a economia compartilhada foi se tornando mais comum e gerou negócios como o Uber, Airbnb e os vários coworkings espalhados pelo mundo.

O conceito é simples: modelo econômico social baseado em soluções que buscam aproveitar os recursos de forma inteligente, por meio de compartilhamento, empréstimos etc.

Essa tendência é bastante visível nos novos empreendimentos. Espaços como lavanderia completa, cozinha gourmet, coworking, bicicletas compartilhadas, carros compartilhados, academia estão sendo o ponto de partida de qualquer planejamento de um novo empreendimento.

Além de reduzir custos únicos e desnecessários, os espaços compartilhados promovem a interação social.

3 – Planejamento urbano com foco no impacto ambiental

Uma das maiores discussões do século XXI é o impacto da evolução humana e da tecnologia no meio ambiente. Por muito tempo, a exploração dos recursos naturais ocorreu de forma desenfreada e sem preocupações, causando danos irreparáveis na natureza.

Com tudo isso, uma pergunta foi levantada: como evoluir tecnologicamente sem desgastar o planeta?

O ponto de partida disso tudo foi repensar a forma como moramos e como as cidades são construídas. 

O que antes eram apenas construções, hoje são pensadas de forma planejada para a convivência harmônica e sustentável entre natureza e sociedade.

Espaços verdes ganharam mais importância e assuntos como descarte de lixo, uso consciente da água, plantação de espécies nativas e preservação da fauna local se tornaram padrão para o que é sucesso de um empreendimento.

As cidades inteligentes já pensam no planejamento urbano, contemplando espaços verdes em conjunto com as habitações.

4 – Trânsito inteligente

Os problemas de trânsito é uma constante em todas as partes do mundo e um sintoma clássico de grandes metrópoles.

A ideia de um trânsito inteligente é simples: com planejamento urbano, as pessoas passam menos tempo em trânsito, transportes públicos são mais eficientes, rápidos e impactam menos no meio ambiente.

Atingir esse objetivo não é fácil, mas à medida que as cidades vão evoluindo tecnologicamente, o sistema de trânsito também evolui, através de soluções como semáforos inteligentes que abrem e fecham de acordo com horários e fluxo de carros, faixas exclusivas para transportes coletivos e ruas planejadas.

Para os usuários, aplicativos que conversem com o sistema coletivo de transporte, entregando uma maior precisão na hora de ir e vir, paradas de ônibus inteligentes são soluções que ajudam em um trânsito mais preciso.

A força feminina da Planet Smart City no Brasil

Planet Smart City fortalece os empreendedores para driblar a pandemia

A força feminina da Planet Smart City no Brasil

Com a ousada missão de transformar vidas através de cidades inteligentes e inclusivas, a Planet Smart City chegou ao Brasil no ano de 2015 pelas mãos de Susanna Marchionni, CEO da empresa no país. 

 

Desenvolvendo infraestrutura de alto padrão aliada a inovação social e digital com preços acessíveis, o projeto já caminha a passos largos no Ceará, no Rio Grande do Norte e em São Paulo. A representante nacional e cofundadora da Planet atua na contramão de lideranças tradicionais apostando no engajamento e no empoderamento das pessoas para fazer a diferença.  

 

Nascida em Turim, na Itália, Susanna vive sem se limitar às fronteiras. Mesmo tendo morado a vida toda na Europa, decidiu se mudar para o Brasil, aprender a falar português e renovar o mercado imobiliário brasileiro com as smart cities inclusivas.

 

“Em 2011, quando estávamos buscando o lugar para realizar o projeto piloto da Planet no mundo, vi uma reportagem da revista britânica The Economist, que afirmava que a região do Complexo Portuário do Pecém era uma das dez melhores do mundo para investir. Imediatamente, fui visitar a área e, em seguida, a Planet encomendou um estudo da Universidade de Milão, que constatou uma região de grande desenvolvimento econômico e com grande déficit habitacional, ou seja, o local ideal para o nosso projeto”, lembra a CEO. 

 

Mesmo em um mercado majoritariamente masculino, Susanna afirma nunca ter se intimidado: “Sempre pratiquei esportes e isso me ensinou que o sacrifício e a disciplina geram resultados que não estão ligados ao gênero. Por isso, onde quer que eu esteja, eu sempre atuo de forma firme, independentemente de quem está na minha frente”.

 

O resultado é o grande sucesso da Planet no Brasil, que atua hoje em cinco projetos nacionais e tem grandes metas para melhorar cada vez mais a qualidade de vida das pessoas.

 

“Com sede em Londres, operando também na Itália, na Índia e nos Estados Unidos, trabalhamos com o objetivo de chegar à marca de dez projetos no Brasil nos próximos dois anos e iniciar atividades em novos países, como a Colômbia. Nas cidades do futuro, as pessoas não irão comprar apenas lotes e casas, mas todos os serviços compartilhados que estão ao seu redor”, conta a executiva.  

Planet ajuda na revitalização do centro cultural do Instituto Pensando Bem

cidades inteligentes

Cidades Inteligentes: 4 tecnologias do futuro já presentes nas smart cities

Imagem aérea da Smart City Aquiraz

Venda de lotes bate recorde no Ceará: entenda quais são os atrativos

Acompanhando o forte crescimento por que passa o setor imobiliário, as vendas de terrenos em loteamentos tiveram uma alta exponencial em 2020, tanto no Brasil como no Ceará. A informação é do jornal de circulação local Diário do Nordeste, desta quarta-feira, 27.

Segundo Tibério Benevides, presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis no Ceará (Creci-CE), “nunca se vendeu tanto loteamento como em 2020. Principalmente no Interior e Região Metropolitana (de Fortaleza)”, ele diz. Mesmo com esse avanço, a expectativa é de que a demanda continue forte ao longo de 2021.

 

O que explica a alta

Entre os fatores que contribuíram para esta alta estão:

1 – A busca por casas, que acelerou durante a pandemia

2 – Melhores condições de financiamento.

3 – Atratividade como opção de investimento diante queda de rentabildiade da renda fixa.

4 – Imóvel é considerado o porto seguro dos investidores, porque só tende a valorizar.

5 – Empreendimentos com atrativos como áreas comuns e de lazer.

 

Além de loteamento, uma cidade inteligente

Em Aquiraz, principal região turística do Ceará, a Planet Smart City comercializou 80% dos lotes da Smart City Aquiraz, em menos de 6 meses do seu lançamento. O grande sucesso de vendas foi devido o empreendimento ser um novo conceito de moradia (cidade inteligente) localizado no principal polo turístico do Ceará.

 

Entre os atrativos da Smart City Aquiraz estão:

 

  • Preço acessível, com parcelas a partir de R$ 499.
  • Isenção de taxa de condomínio e taxas extras.
  • Ampla área de lazer, com playground, quadras esportivas, bicicletas comapartilhadas e espaço para eventos.
  • Áreas compartilhadas, como biblioteca, cinema, lounge, coworking, área de churrasco e hub de inovação.
  • Infraestrutura de alto padrão, com piso intertravado, iluninação de led, ciclofaixas entre outros.
  • Tecnologia ao alcance de todos, com soluções como aplicativo de bairro, Wi-fi gratuito, espaços smart e mais.
  • Valorização de 29% do valor do metro quadrado em menos de 6 meses do seu lançamento.

 

 

>> Clique aqui e faça simulação da compra de um lote.

 

 

Soluções inteligentes

A Smart City Aquiraz conta com 50 soluções inteligentes integradas ao projeto. Arquitetura, Meio Ambiente, Tecnologia e Pessoas são contemplados em soluções que vão desde o aplicativo gratuito do bairro, ao Hub de Inovação (foto ao lado), de piso intertravado ao banco de mudas, além de muitas áreas de lazer para toda a família.

 

lotes aquiraz

 

Localização

Localizada na rodovia CE-040, km 36, a Smart City Aquiraz está situada no principal polo turístico do Ceará. Graças ao fácil acesso à capital, é uma alternativa acessível para quem deseja morar na cidade inteligente e trabalhar em Fortaleza. A região apresenta grande potencial econômico, comercial e turístico, pois reúne em um só lugar diversos aspectos que a valorizam.

 

Obras em andamento

A Smart City Aquiraz foi lançada no segundo semestre de 2020 com primeira fase de obra de infraestrutura entregue. Os lotes têm toda a infraestrutura para quem vai construir, como rede de esgoto, ponto de energia elétrica, calçadas e sarjeta.

 

Comercialização

A Smart City Aquiraz possui lotes residenciais a partir de 150m² e comerciais a partir de 160m² com pagamento facilitado em até 180 vezes e sem consulta ao SPC e Serasa. O parcelamento é direto com a construtora e a compra é 100% digital. Para mais informações, acesse: https://www.planetsmartcity.com.br/blog/smart-city-aquiraz

Executivos da Planet Smart City são convidados para palestrar em conferência internacional da área econômica

AQUIRAZ

Arquiteta conta o que achou das casas decoradas da Smart City Aquiraz (CE)

Moradores de cidade inteligente testam sistemas de automação residencial IoT

A Planet Smart City está testando soluções de automação de IoT (Internet das Coisas) nas primeiras residências habitadas da primeira cidade inteligente acessível do mundo, a Smart City Laguna – Ceará.

As famílias estão sendo convidadas a testar sistemas de automação de IoT em suas casas. A experiência acontece a partir da conexão de dispositivos residenciais à internet controlados remotamente por meio de aplicativos móveis, transformando casas em ambientes inteligentes.

Os testes estão em andamento e fornecerão dados e percepções para que os sistemas possam ser implementados em outros projetos no país, bem como na Índia e em todo o mundo. Além disso, a operação gerará feedback, dados e percepções valiosas que serão úteis na tomada de decisões futuras e para implementar os sistemas em outros projetos globalmente.

“Na Planet Smart City, reconhecemos o impacto potencial de aproveitar a tecnologia para tornar os bairros mais inteligentes e melhorar a qualidade de vida dos residentes. Utilizar ferramentas digitais para tornar a vida mais fácil, confiável, econômica e segura tem sido um foco significativo para nós desde o início”, explica Stephen Dunphy, chefe global de IoT da Planet Smart City.

As soluções já foram instaladas na casa do Ermerson e Lumara Viana. A iluminação inteligente está sendo testada na sala de estar da família, no quarto principal e na cozinha, permitindo que eles liguem e desliguem as luzes remotamente.

Uma câmera Wi-fi foi configurada para maior segurança dentro da sala do Ermerson, juntamente com sensores de segurança nas portas e janelas e um alarme. O sistema fez com que a família se sentisse muito mais segura, pois todos podem monitorar a casa quando estão fora.

Outros sistemas IoT, como plugues inteligentes, foram implantados, permitindo que os residentes controlem remotamente os aparelhos por meio de seus telefones celulares e também monitorem o consumo de energia elétrica. Os próximos itens a serem enviados para teste incluem um detector de fumaça e um detector de gás.

“É muito bom ter a casa totalmente automatizada e ser capaz de controlar dispositivos eletrônicos. Vou continuar instalando novos equipamentos para deixar minha casa mais inteligente”, disse Ermerson, residente da Smart City Laguna, entusiasta em tecnologia, professor de robótica e YouTuber.

cidade inteligente

Além das soluções residenciais, a Planet Smart City implantou mais de 60 soluções inteligentes em toda a área da Smart City Laguna, que vão desde fechaduras inteligentes em ambientes compartilhados até aplicativo gratuito de bairro (Planet App).

Para conhecer os projetos da Planet Smart City e saber mais sobre toda a tecnologia existente nas cidades inteligentes inclusivas, acesse: http://www.planetsmartcity.com.br

 

Sobre a Planet Smart City

A empresa proptech Planet Smart City projeta e constrói cidades e bairros inteligentes inclusivos, que fornecem mais do que apenas residências. Com presença global no mercado imobiliário a preços acessíveis, tanto em mercados emergentes quanto nos desenvolvidos, a Planet melhora a qualidade de vida de seus moradores, aplicando sua experiência em integração de soluções inteligentes, tecnologias digitais, serviços e inovação social.

 

Smart City Laguna (CE) – Primeira cidade inteligente inclusiva do mundo

A Smart City Laguna é a primeira cidade inteligente inclusiva do mundo. O projeto é voltado para 20 mil pessoas, em uma área de 330 hectares na região metropolitana de Fortaleza, próxima das mais belas praias cearenses, como Cumbuco, Paracuru, Taíba, Lagoinha, Flecheiras, e no caminho para Jericoacoara. A 1ª etapa da cidade já foi entregue e possui mais de 100 famílias morando. A previsão de conclusão é até o final de 2021.

Obras super avançadas na Smart City Natal

Planet Smart City lança Black Friday antecipada com descontos de até R$ 15 mil nos lotes residenciais

casas smart city aquiraz

Casas da Smart City Aquiraz têm decoração que une arte e cultura

smart city aquiraz

Planet lança Smart City Aquiraz, cidade inteligente no maior polo turístico do Ceará

A proptech Planet Smart City – líder global em cidades inteligentes inclusivas – acaba de lançar em Aquiraz, região metropolitana de Fortaleza (CE), o seu quarto projeto inteligente no Brasil: a Smart City Aquiraz (localizada na CE-040, quilômetro 36), com financiamento próprio de 40 milhões de dólares.

Planejado para 18 mil moradores, o empreendimento oferece aos cearenses um jeito de viver mais conectado, sustentável e colaborativo. Para isso, oferecerá mais de 50 soluções inteligentes nas áreas de tecnologia, meio ambiente, inovação social e planejamento e arquitetura.

A cidade inteligente ocupa uma área total de 200 hectares e oferece infraestrutura completa de alto padrão aos futuros moradores, trazendo o que há de mais moderno e inteligente para a vida na cidade, como iluminação pública de LED, pavimentação de piso intertravado, mix funcional, sinal gratuito de wi-fi em algumas áreas e pontos para recarga de celular entre tantas outras facilidades.

Entre as soluções pensadas para o esporte e lazer, haverá no entorno da lagoa área para churrasqueira e banheiros e uma área esportiva com campo de futebol society, quadra poliesportiva, quadra para beach tênis, playground, academia ao ar livre e percurso fitness. Tudo em um conceito aberto, sem taxa de condomínio.

Lotes residenciais a partir de 150m² e lotes comerciais a partir de 160m² já estão sendo comercializados com condições especiais de lançamento, parcelas a partir de R$ 499, financiamento direto com a construtora e sem consulta ao SPC e Serasa. Tudo de forma 100% digital. No site os interessados podem encontrar mais informações.

 

Diferenciais

A Smart City Aquiraz terá mais de 50 soluções inteligentes pensadas para proporcionar mais sustentabilidade, economia, conforto e qualidade de vida, como iluminação pública inteligente, piso intertravado, hortas urbanas, áreas verdes, um moderno Hub de Inovação de 1.000m² de área construída, mix funcional, bicicletas compartilhadas, área lounge, espaço para coworking, aplicativo gratuito (Planet App), videomonitoramento do Hub e das entradas da cidade, sistema de controle da qualidade do ar, ponto de ônibus inteligente, cinema gratuito, biblioteca de livros, ateliê de costura, cozinha compartilhada, espaço saúde, biblioteca de objetos, entre outros.

 

Aplicativo gratuito do bairro

O Planet App, desenvolvido pela própria Planet Smart City, é o painel de controle de todas as cidades inteligentes inclusivas construídas pela empresa. Com o aplicativo, é possível monitorar a casa, controlar o consumo de água e energia, consultar a qualidade do ar, acompanhar as notícias da cidade, o andamento da obra em tempo real e ainda ter acesso aos diferentes serviços digitais da cidade. O Planet App pode ser baixado, gratuitamente, nas versões Android e iOS. O aplicativo promove também a economia compartilhada, barateando a vida na cidade, reduzindo o desperdício, otimizando tempo e recursos, como caronas compartilhadas, oferta ou troca de serviços e vendas de coisas usadas.

Projetos da Planet no Brasil

Além da Smart City Aquiraz, a Planet Smart City está construindo no Ceará a Smart City Laguna (330 hectares), em São Gonçalo do Amarante, a primeira cidade inteligente inclusiva do mundo. A primeira etapa de Laguna foi entregue em 2018 e já possui os primeiros moradores.

Os outros dois projetos em execução no Brasil são a Smart City Natal (170 hectares), que foi lançada em 2019 no Rio Grande do Norte e é planejada para 15 mil pessoas, e o projeto vertical Aquarela Bela Vista em São Paulo que será entregue em dezembro. Ainda em programa, outros 3 empreendimentos verticais em São Paulo, totalizando 2.500 apartamentos, em Itaquera, Jabaquara e Freguesia do Ó.

A Smart City Aquiraz já possui a primeira etapa (44 hectares) de infraestrutura entregue. A conclusão está prevista para 2023.

 

Para mais informações: (85) 99870-0138

Perto da Smart City Laguna, Porto do Pecém já recebeu mais de 30 bilhões de investimentos.

Multinacional deve gerar 2 mil empregos em instalação próxima à Smart City Laguna

Terrenos a venda em local seguro

Rede de fibra óptica do Ceará atrai investidores privados para elaboração de cidades inteligentes

Como é viver em uma cidade inteligente inclusiva?

As cidades inteligentes (smart cities) são um novo modelo de moradia que otimiza a utilização de recursos para os cidadãos. Isso vale para tudo: mobilidade, segurança, conectividade, interatividade, energia, sustentabilidade e, principalmente, para a qualidade de vida.

Porém, o grande marco desse modelo é o uso da tecnologia. É por meio dela que as cidades inteligentes podem trabalhar a transformação urbana através da implementação de soluções inovadoras.

Para saber como isso funciona, primeiro, é preciso entender que tecnologia não está ligada apenas à Internet das Coisas. Tecnologia é um conjunto de processos, métodos, meios e instrumentos que visam a resolução de problemas.

Ou seja, as cidades inteligentes possuem um conjunto de soluções para a resolução de problemas comuns dos grandes centros urbanos, desde a economia de energia até problemas de proporções maiores, como a poluição.

Para falar sobre como é viver em uma cidade inteligente, convidamos uma moradora da Smart City Laguna, a primeira cidade inteligente inclusiva do mundo.

Os benefícios de morar em uma cidade inteligente

Há 7 meses, Luciana Uchoa mora com a filha, Maria Alice (4 anos), na Smart City Laguna (Ceará), cidade inteligente que está localizada em São Gonçalo do Amarante, no Ceará.

Para ela, o principal benefício de morar em uma cidade inteligente é a sensação de liberdade e segurança.

“É uma forma bem diferenciada de vida. Aqui as crianças podem ser crianças. Podem sair para correr e brincar com tranquilidade, sem se preocupar com carros. As câmeras nas ruas nos dão sensação de tranquilidade que em muitos cantos não têm. Sem falar na comunidade, na parceria e troca de informação entre os moradores. Há muitos anos eu não via isso.”

Essa sensação de liberdade e segurança da Luciana e de outros moradores da Smart City Laguna só é possível devido às seguintes tecnologias implantadas na cidade:

– Ruas sem saída permitindo que haja uma interferência mínima no tráfego sobre as residências, reduzindo o fluxo de carros e aumentando a segurança;

– Playground instalado em área de grande circulação de pessoas;

– Vias planejadas que reduzem o trânsito que evitam congestionamentos e estimulam baixa velocidade;

– Gestão social voltada para interação de moradores;

– Faixas reservadas para pedestres e ciclovias, permitindo passeios com segurança;

– Aplicativo do bairro com rápida comunicação entre moradores;

– Dispositivo opcional para monitoramento das atividades das crianças nas áreas comuns;

– Espaços destinados ao lazer das crianças (biblioteca e cinema).

– Videomonitoramento 24h das áreas comuns;

– Iluminação pública de LED, contribuindo para que moradores possam ver melhor tudo o que acontece nos ambientes;

Além dessas soluções, a Smart City Laguna proporciona tecnologias voltadas para a comunidade, para o meio ambiente e para o planejamento urbano.

CLIQUE AQUI para conhecer as mais de 50 soluções que a primeira cidade inteligente inclusiva do mundo (localizada no Brasil) oferece.

Contratações crescem 70% na região da Smart City Laguna (CE)

CAIXA reduz juros para compra de terreno e construção

Cidades inteligentes no Ceará

Cidades inteligentes no Ceará

As cidades cidades inteligentes se tornaram indispensáveis para otimizar a utilização de
recursos naturais e o consumo de energia, reduzir a produção de poluentes e
proporcionar aos cidadãos serviços eficientes, já que uma cidade inteligente tem como
objetivo alcançar sustentabilidade, segurança e qualidade de vida, reduzindo os custos
de quem mora nela. Neste artigo, vamos apresentar duas cidades inteligentes no Ceará que estão se
tornando realidade dentro do estado.

 

Smart City Laguna

A primeira cidade inteligente inclusiva do mundo foi projetada para abrigar 25
mil pessoas. O projeto da Smart City Laguna foi desenvolvido priorizando a
sustentabilidade e a qualidade de vida dos cidadãos, fazendo uso de tecnologias
inteligentes que auxiliarão nos processos cotidianos dos moradores.
Outro fator importante para o desenvolvimento do projeto é a necessidade de
se criar uma cidade que esteja ao alcance de todos. A Smart City Laguna ocupa uma
área de 330 hectares em São Gonçalo do Amarante (CE), a apenas 55 km de distância
da capital Fortaleza e a 20 minutos das mais belas praias cearenses.
A escolha do local também foi estratégica para a criação de uma cidade
inteligente, já que ela se situa próxima à região do Porto do Pecém e ao Cinturão
Digital, que proporcionará acesso à internet com maior facilidade e qualidade. A
primeira etapa da obra foi finalizada em 2018, o que permitiu a chegada dos primeiros
moradores. As obras de construção da Smart City Laguna estão previstas para finalizar
em dezembro de 2021.

 

Smart City Aquiraz

É uma cidade inteligente planejada que ocupará uma área de 200 hectares em
Aquiraz, município que fica no litoral leste do Ceará. O projeto foi desenvolvido com o
intuito de criar uma cidade conectada, sustentável e colaborativa para oferecer mais
qualidade de vida aos moradores. A cidade está a apenas 6 km de distância do mar, a
35 km do Centro da capital Fortaleza e a 16 km do Beach Park, parque aquático
considerado o maior da América Latina. A Smart City Aquiraz abrigará cerca de 18 mil
moradores e o início das vendas das casas está prevista para o primeiro semestre de
2020.

Conheça o AIRPod, o carro ecológico movido a ar

Conheça o AIRPod, o carro ecológico movido a ar

Banco Central corta Selic para 4,25%

Banco Central corta Selic para 4,25%

Senado-Federal

Senado debate implantação de cidades inteligentes no Brasil

A Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) do Senado Federal realizou na manhã desta quarta-feira (4/12) uma audiência pública para debater a implantação de cidades inteligentes no Brasil. A reunião foi requerida pelo senador Confúcio Moura (MDB-RO). A Comissão apresentou ainda os principais programas do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) na área de criação e inovação de tecnologias para a comunicação digital e a educação.

As cidades inteligentes englobam projetos das tecnologias de informação e comunicação (TICs) no ambiente físico e institucional das cidades. As chamadas “smart city” utilizam digitalização, automação e até mesmo o uso de inteligência artificial para proporcionar mais segurança, estabilidade socioeconômica, sustentabilidade e redução de custo de vida.

O Programa Nacional de Estratégias para Cidades Inteligentes Sustentáveis do governo federal, lançado em julho deste ano, é responsável por estabelecer indicadores e metas, além de impulsionar soluções para a transformação das cidades brasileiras em cidades inteligentes. O case de sucesso e referência no Brasil é a Smart City Laguna, primeira cidade inteligente inclusiva do mundo, que está sendo construída pela Planet Smart City, no Ceará.

Audiência

O senador Confúcio Moura destacou que a aceleração do avanço tecnológico no Brasil vem estimulando o interesse dos gestores públicos para o crescimento humano e econômico dos seus municípios. “Vamos debater os mais modernos projetos e programas de inovação tecnológica e elevarmos conhecimentos, destacando o desenvolvimento econômico e tecnológico das nossas cidades e cidadãos”, justifica o senador.

Foram convidados para o debate o diretor do Departamento de Inclusão Digital do MCTIC, Wilson Diniz Wellisch; o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior; o presidente da Telecomunicações Brasileiras S.A (Telebrás), Waldemar Gonçalves Ortunho Junior; o presidente executivo do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil), Marcos Adolfo Ribeiro Ferrari; e o presidente da Claro Brasil, José Antônio Guaraldi Félix.

Câmara de Cidades Inteligentes

A política do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações prevê, em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Regional, a criação de uma câmara de discussão envolvendo governos, academia, indústria, setor privado e entidades representativas para debater as melhores formas de atender as cidades com soluções de conexão ou provimento de aplicações inteligentes.

A Câmara Brasileira de Cidades Inteligentes Sustentáveis será regulamentada por meio de Decreto, que também vai definir o modelo de avaliação das cidades, a governança da Câmara e o papel de cada ator. A partir das discussões no colegiado, deve-se estabelecer um Plano Nacional para Cidades Inteligentes Sustentáveis. A nova política substitui o programa Cidades Digitais, que já está presente em 144 cidades, 21 delas implantadas em 2019.

CLIQUE AQUI e assista a audiência completa.

ZAHA-HADID_1

Fortes e Ousadas conheça Zaha Hadid

casa-ecologica

Professor britânico constrói casa ecológica por menos de R$ 700

Cidade Inteligente

Das 50 cidades mais inteligentes do Brasil quatro são de Santa Catarina

A pesquisa é da Connected Smart Cities e foi realizada em mais de 700 municípios do país

Florianópolis, Blumenau, Itajaí e Joinville estão entre as 50 cidades consideradas mais inteligentes e conectadas do Brasil. A pesquisa é da Connected Smart Cities e foi realizada em mais de 700 municípios do país. Feita pelo terceiro ano consecutivo, o levantamento analisa 70 indicadores dentro de 11 setores. Para considerar uma cidade inteligente, o estudo leva em consideração o conceito de conectividade, ou seja, a relação entre os setores que são analisados.

O objetivo do trabalho é dar dimensão de pontos fortes e pontos fracos, já que os municípios brasileiros estão em uma curva de aprendizado quando o assunto é cidades inteligentes. São Paulo, que foi a mais bem-avaliada, atingiu apenas 50% da pontuação esperada.

Confira as primeiras colocadas no ranking e a posição das catarinenses em relação ao último levantamento:

1 . São Paulo (SP)

2. Curitiba (PR)

3. Rio de Janeiro (RJ)

4. Belo Horizonte (MG)

5. Vitória (ES)

6. Florianópolis (SC)

 7. Brasília

 8. Campinas (SP)

 9. São Caetano do Sul (SP)

10. Recife (PE)

27. Blumenau (SC) 

34. Itajaí (SC) 

35. Joinville (SC) 

O estudo também destaca dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontando que 99,9% dos domicílios de Tubarão contam com energia elétrica, enquanto 98,6% deles contam com iluminação pública no entorno.

Joinville perde oito posições no ranking

Por outro lado, a cidade apresentou queda de duas posições em saúde, cinco em educação e manteve a posição em economia.

Entre as quatro cidades catarinenses com melhor colocação, Florianópolis e Itajaí tiveram performance melhor do que no ano passado, já Blumenau caiu quatro posições e Joinville, oito. O motivo para essa queda de desempenho só poderá ser analisado pelas prefeituras das respectivas cidades, que podem solicitar as informações detalhadas de todos os indicadores aos pesquisadores.

Outro destaque para o Estado é o desempenho no setor segurança, com oito municípios entre os 50 primeiros do país: Balneário Camboriú, Braço do Norte, Florianópolis, Blumenau, Mafra, Itajaí, Tubarão e Timbó.

Primeira escola pública 100% sustentável é inaugurada no Uruguai

Primeira escola pública 100% sustentável é inaugurada no Uruguai

CNI: acordo entre Mercosul e União Europeia é o mais importante da história do Brasil

CNI: acordo entre Mercosul e União Europeia é o mais importante da história do Brasil

Ipojuca Recife

Município pernambucano ocupa 1º lugar em segurança do Brasil

Ipojuca localiza-se fica na Região Metropolitana, cerca de 49km da capital de Pernambuco, Recife

Ipojuca ocupa pela terceira vez o primeiro lugar no Ranking brasileiro de segurança

Em 2018, Ipojuca, município brasileiro do estado de Pernambuco, foi eleita a cidade mais inteligente no quesito segurança, pelo Ranking Connected Smart Cities. Com 3.157 pontos, Ipojuca desenvolve a maior captação da estrutura em proteção, ocupando pela terceira vez o título de cidade mais inteligente do Brasil. Em segundo lugar aparece a cidade de São Miguel dos Campos, em Alagoas, com 3.086 pontos.

A cidade também ocupa as melhores posições por porte, tendo de 50 a 100 mil habitantes. O Ranking conta com a participação de cerca de 700 cidades e analisa os municípios com base em 11 indicadores. Para conferir o ranking completo, clique aqui.

Para montar o ranking de segurança, foi necessário levar em consideração seis critérios: o monitoramento de áreas de risco; iluminação pública; taxa de homicídios; acidentes de trânsito; despesas com segurança, além do efetivo de policiais, guardas-civis municipais e agentes de trânsito.

Ipojuca

Ipojuca localiza-se fica na Região Metropolitana, cerca de 49km da capital de Pernambuco, Recife. A orla marítima conta com 10 praias, todas internacionalmente conhecidas, como a famosa Porto de Galinhas, eleita dez vezes consecutiva a melhor praia do Brasil, pela Revista Viagem e Turismo.

Segurança 2017

Em comparação ao ano de 2017, o primeiro lugar havia ficado para Vinhedo, localizado no interior de São Paulo. No ano de 2018, acabou descendo a colocação e ficou em 7ª lugar da posição no ranking.

Sobre o Ranking

A programação visa debater e apresentar soluções para o desenvolvimento de cidades inteligentes no Brasil. De acordo com o Ranking Connected Smart Cities, a pesquisa está em sua 4ª edição e tem como objetivo definir as cidades com maior potencial de desenvolvimento no Brasil, sendo dividido em quatro resultados: Geral, por Eixo Temático, Região e por Faixa Populacional. O Ranking é composto por indicadores de 11 principais setores: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, energia, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo e governança, mesmos eixos temáticos do evento Connected Smart Cities.

CEO do Grupo PLANET no Brasil será uma das palestrantes do Smart City Expo Curitiba

Porto do Pecém registra recorde de movimentação e alta no faturamento

Expo Curitiba

Smart City Expo Curitiba 2019

Profissionais e interessados no ramo de cidades inteligentes terão a oportunidade de ver projetos e tecnologias nacionais e internacionais

A 2° edição da Smart City Expo Curitiba já está com data marcada. Durante os dias 21 e 22 de março, profissionais e interessados no ramo de cidades inteligentes terão a oportunidade de ver projetos e tecnologias nacionais e internacionais, além de conectar todos os pontos do ecossistema de uma cidade inteligente. O evento será realizado na Expo Renault Barigui, em Curitiba, Paraná. As inscrições podem ser realizadas pelo site da exposição.

Durante o congresso, os principais representantes urbanos se reúnem para lidar com desafios e inspirar soluções, possibilitando aos integrantes a criação de redes, vendas, apresentação de projetos e grandes oportunidades de negócio. A exposição será composta de diversos setores como meio ambiente, tecnologia, mobilidade e transporte, educação, energia, governo, infraestrutura e sociedade.

Entre os temas abordados durante o congresso de cidades inteligentes, são apresentados projetos inovadores e de sucesso, o progresso de cidades, além de expor produtos e empresas com ideias inteligentes e sustentáveis. Pesquisadores, acadêmicos e universidades apresentam seus projetos e propostas sobre cidades inteligentes e sustentáveis para milhares de pessoas, afim de criar uma rede de contatos e conexões nacionais e internacionais.

Além disso, o evento apresenta projetos líderes do setor que impulsionam o desenvolvimento das 80 cidades internacionais e 150 nacionais participantes  do evento. Para saber mais sobre a Smart City Expo Curitiba, acesse o link: smartcityexpocuritiba.com.

Sobre a Smart City Expo

O congresso reúne 6000 profissionais e especialistas do ramo de cidades inteligentes, cerca de 100 patrocinadores e apoiadores, 80 representantes de cidades brasileiras e 25 representantes de cidades do exterior.

Curitiba

Eleita a cidade mais inteligente e conectada do Brasil, de acordo com o ranking divulgado pela Connected Smart Cities 2018, Curitiba é um exemplo em áreas essenciais como saúde e segurança, além de apresentar bons resultados no ramo de investimentos municipais, transparência e tecnologia.

O estudo que apresenta a capital paraense como líder das cidades inteligentes brasileiras, avaliou em torno de 700 municípios para mapear as cidades com maior potencial de desenvolvimento tecnológico do país.

Serviço:

Smart City Expo Curitiba 2019

Data: 21 e 22 de março

Local: Expo Renault Barigui, Alameda Ecológica Burle Marx, 2518 – Santo Inácio – Curitiba (PR)

Telefone: + 55 41 3019 1025

Email: contato@icities.com.br

Informações: www.smartcityexpocuritiba.com

SMART CITY LAGUNA É DESTAQUE NO DIÁRIO DO COMÉRCIO DE MG

Conheça os 5 países líderes em energia solar