o-que-e-esg-planet-smart-city

O que é ESG? Saiba que isso tem a ver com seus investimentos.

Você sabe o que é ESG e o que isso tem a ver com os investimentos financeiros hoje e no futuro? Muitas pessoas acreditam que é necessário escolher entre sustentabilidade e resultados financeiros: ou um ou outro. No entanto, quando as duas andam de mãos dadas, isso ajuda – e muito no balanço da empresa. 

O que isso quer dizer? Na prática, empresas que se comprometem com uma melhor política de gestão têm uma gestão mais eficaz e uma operação sustentável em vários aspectos – incluindo o econômico. Isso tudo resulta em melhores resultados ao longo do tempo. 

Em mundo cada vez mais preocupado com o impacto social e ambiental, a tendência dos investimentos também acompanha essa mudança de comportamento.

Hoje os investidores consideram não só o lucro, mas também a forma como a empresa trata as pessoas, o meio ambiente e a comunidade. Tudo isso pesa na hora de aplicar seu dinheiro em uma instituição. 

O conceito de ESG 

ESG é a sigla em inglês para “environmental, social and governance” – ambiental, social e governança, em português. 

Esses três critérios são usados para medir as práticas ambientais, sociais e de governança de uma empresa. São também os tópicos de análise que os investidores utilizam para entender se vale a pena investir ou não em um negócio. 

Em outras palavras, o ESG pode ser usado para mostrar o quanto uma instituição/empresa está buscando minimizar seu impacto no meio ambiente, sua responsabilidade em construir um mundo mais justo para a comunidade direta e indiretamente impactada e manter os melhores processos de administração.

Se há alguns anos os investidores se preocupavam apenas com a performance financeira, hoje o padrão ESG tem se tornado referência para escolher onde investir. Esses são chamados os Investimentos Socialmente Responsáveis

Ou seja, o mercado financeiro está preocupado também em valorizar as empresas social e ambientalmente responsáveis, pois são essas que têm mais condições de lidar com as mudanças de comportamento e consumo e usar os recursos naturais de forma inteligente.

 

De onde vem a sigla ESG? 

Apesar de ser um termo que virou tendência há pouco tempo, o conceito de ESG já é mais antigo no mercado financeiro. 

Em meados dos anos 50 e 60, alguns investidores já estavam preocupados em escolher empresas com valores éticos e morais, evitando organizações que simpatizavam ou se relacionavam com o apartheid na África do Sul. 

A sigla de fato surgiu pela primeira vez em 2005, em um relatório intitulado “Who Cares Wins” ou “Ganha quem se Importa”, em tradução livre. Essa foi uma iniciativa liderada pela Organização das Nações Unidas – ONU. 

Na época, a reunião aconteceu com 20 instituições financeiras de 9 países diferentes, incluindo do Brasil. Foram discutidas e desenvolvidas diretrizes e recomendações sobre como incluir questões ambientais, sociais e de governança na gestão de ativos, serviços de corretagem de títulos e pesquisas. 

O que significam as letras da sigla ESG

A sigla ESG reúne 3 elementos que, combinados, mostram o quanto uma empresa está empenhada em fazer uma gestão mais sustentável em relação ao meio ambiente, social e governança. 

Veja o que significa cada letra: 

 

Environmental – E:

Se refere às práticas de uma empresa que visem a conservação e preocupação com o meio ambiente, minimizando o impacto e cuidando de questões como: emissão de CO2, eficiência energética, descarte do lixo, uso consciente da água, preservação do meio ambiente, biodiversidade etc. 

Social – S

Este pilar diz respeito ao relacionamento que a empresa tem com as pessoas que são impactadas por ela, como direitos dos colaboradores, segurança do trabalho, satisfação dos clientes, proteção de dados, diversidade da equipe, relacionamento com a comunidade etc. 

Governance – G

A letra G está relacionada à administração da empresa e boas práticas de governança corporativa, como composição de um conselho diverso, transparência na prestação de contas, conduta corporativa, remuneração dos executivos, existência de um canal seguro de denúncias etc. 

Por que o ESG é bom para empresas e investidores

Valorizar as práticas responsáveis nos investimentos é vantajoso para empresas, investidores e também para a sociedade.

Para as empresas, é uma oportunidade de se adequar ao comportamento de consumo e buscar sustentabilidade e lucratividade a longo prazo, aumentando a resiliência em momentos de crise. 

Boas práticas de ESG também ajudam a otimizar os investimentos, reduzir os problemas legais, reduzir custos e otimizar receitas, além de trazer mais segurança para quem está investindo.

Com isso, investidores que escolhem empresas com boas práticas de ESG tendem a ter um maior retorno financeiro e mais segurança no investimento, pois além da redução de riscos, existe a geração de valor no longo prazo. 

 

Agora que você entendeu um pouco mais sobre o que é ESG, compartilhe este texto com seus amigos que também vão gostar de saber dessa informação! 

 

Banner inscreva-se youtube
como-tirar-cpf-para-estrangeiro

Como tirar CPF para estrangeiros fora do Brasil

como-usar-fgts-para-comprar-casa-propri

Como usar seu FGTS para comprar a casa própria