CAIXA reduz juros para compra de terreno e construção

Fonte: CAIXA Econômica Federal

A CAIXA voltou a disponibilizar aos clientes a linha de financiamento de Lote Urbanizado e a oferta de taxas de juros diferenciadas para modalidades de Construção Individual.

Ambas as modalidades, com funding SBPE e reajuste pela Taxa Referencial (TR), estarão disponíveis para contratação a partir da próxima segunda-feira (03/08).

Segundo o presidente da CAIXA, Pedro Guimarães, as medidas de isolamento social decorrentes da pandemia despertaram nas famílias o interesse por novas formas de habitação, com aumento da procura por moradias horizontais: casa com quintal, espaço, proximidade com a natureza, sem aglomerações ou elevadores.

“Com a retomada dessas modalidades de crédito, os clientes da CAIXA poderão concretizar projetos e realizar o sonho de construir sua casa. Mais uma vez, o Banco da Habitação oferece soluções para atender às diversas necessidades dos cidadãos”, comenta.

Para a modalidade de financiamento de Lote Urbanizado, poderão ser financiados valores entre R$ 50 mil e R$ 1,5 milhão, com taxa de juros efetiva de até TR + 8,50%.a.a, quota de financiamento de até 70% sobre o valor de avaliação do terreno e prazo de até 240 meses para pagamento da dívida.

Nas modalidades “Aquisição de Terreno e Construção” e “Construção em Terreno Próprio”, a CAIXA passará a ofertar também taxas de juros customizadas que podem chegar a TR + 6,50% a.a. (taxa efetiva).

As modalidades estarão disponíveis nos Correspondentes CAIXA Aqui e na rede de agências da CAIXA.

 

Para adquirir seu lote com condições especiais, CLIQUE AQUI.

 

Conheça as cidades inteligentes inclusivas da Planet: Smart City Laguna, no Ceará, e Smart City Natal, no Rio Grande do Norte.

Lotes residenciais e comerciais em uma infraestrutura completa com mais de 50 soluções de planejamento urbano, meio ambiente, tecnologia e inovação social.

 

 

Como é viver em uma cidade inteligente inclusiva?

Planet Smart City firma parceria com a ONU-Habitat para melhorar a qualidade de vidas nas favelas