usina solar no quenia

Dessalinização da água do mar através de usina solar no Quênia

No mundo todo, mais de 2 bilhões de pessoas não tem acesso à água potável. Uma maneira de solucionar este problema pode ser a dessalinização da água do mar, processo que demanda energia elétrica e produtos químicos.

Pensando nesse problema, a ONG GivePower desenvolveu um sistema que utiliza a energia solar para realizar este processo. A nova tecnologia já está fornecendo água limpa para a comunidade de Kiunga, uma vila rural no Quênia, desde 2018.

Water Solar Farm: fazenda solar de água

Apelidado de “fazenda solar de água” o local possui painéis solares que produzem 50 quilowatts de energia, que é armazenada em duas baterias Tesla de alto desempenho e duas bombas de água que operam 24 horas por dia. O sistema produz água potável suficiente para 35 mil pessoas por dia – com uma qualidade melhor do que a produzida pelos processos tradicionais.

Além de fornecer água de boa qualidade para as pessoas, a fazenda solar de água não tem o mesmo impacto negativo de outros processos, que envolvem produtos químicos e resíduos salinos nocivos ao meio ambiente.

Com o sucesso da operação da primeira fazenda solar de água a GivePower expandiu sua área de atuação e está instalando sistemas similares em outras partes do mundo como o Haiti e comunidades isoladas na Colômbia.

Estima-se que em 2025 metade da população vai viver em áreas com escassez de água. O tratamento e reúso de água são cada vez mais importantes neste cenário, assim como o aproveitamento da água do mar.

Gostou desse artigo? Compartilhe nas suas redes sociais! 🙂

smart-city-cidade-inteligente-tecnologia

Cidades inteligentes e suas tecnologias: o papel do Big Data e da Internet das Coisas

mercado imobiliário

Mercado imobiliário: três conceitos-chave